Home > Coronel Fabriciano > História de

História de Coronel Fabriciano

Fundada em , a cidade que faz parte da microrregião de Ipatinga, na mesorregião do Vale do Rio Doce, Coronel Fabriciano tem um total de 222.08 km², com uma população de 104736 habitantes, divididos entre o distrito-sede, e o distrito de Senador Melo Viana, sendo um município região de influência do Arranjo Populacional de Belo Horizonte/MG - Metrópole (1C), fazendo divisa com os municípios de , sendo os nascentes na cidade chamados de fabricianense.

Coronel Fabriciano-MG

Fundada em , a cidade que faz parte da microrregião de Ipatinga, na mesorregião do Vale do Rio Doce, Coronel Fabriciano tem um total de 222.08 km², com uma população de 104736 habitantes, divididos entre o distrito-sede, e o distrito de Senador Melo Viana, sendo um município região de influência do Arranjo Populacional de Belo Horizonte/MG - Metrópole (1C), fazendo divisa com os municípios de , sendo os nascentes na cidade chamados de fabricianense.

História de Coronel Fabriciano

Diz a tradição que Francisco Rodrigues Franco, procedente de Antônio Dias, foi o primeiro habitante de Coronel Fabriciano. Isso mais ou menos em 1800.

De Leopoldina, em 1832, veio Francisco de Paula e Silva Santa Maria, cognominado Chico Santa Maria. Fazendeiro naquela cidade e pai de numerosa prole, recebeu, como prêmio do Imperador D. Pedro II, três sesmarias – Alegre, Limoeiro e Timóteo - , as quais foram por ele divididas. Muito contribuiu para o desbravamento da região, esse pioneiro.

Instalando-se à margem direita do Rio Piracicaba, iniciou a devastação da mata virgem, facilitando o comércio entre as cidades vizinhas.

Depois deu execução aos trabalhos de agricultura. Mais tarde, sua casa tornara-se, por força das circunstâncias, ponto de hospedagem de viajantes em trânsito para Mesquita e Joanésia, ou vice-versa, aos quais atendia com a máxima solicitude.

A história contemporânea de Coronel Fabriciano começa em 1922, quando do reinício dos trabalhos de construção da ferrovia, anteriormente paralisada em Cachoeira Escura, no município de Mesquita, devido à Conflagração de 1914. Naquele ano, chegaram à localidade os engenheiros da E.F. Vitória – Minas para estudo de um plano de continuação das obras, cujo objetivo era atingir São José das Alagoas, onde seus trilhos seriam ligados aos da Estrada de Ferro Central do Brasil, ficando assim em comunicação direta com as capitais de Minas e Espírito santo.

Em 1936, a Cia. Siderúrgica Belgo-Mineira, com sede em Belo Horizonte e altos Fornos em João Monlevade, município de Rio Piracicaba, instalou em Coronel Fabriciano, então distrito de Melo Viana, um escritório, com o objetivo de explorar carvão vegetal, na zona do Vale do Rio Doce. A Belgo-Mineira deve-se o impulso inicial da cidade. Mas, somente em 1944, com a instalação da Cia. Aços Especiais Itabira (Acesita), Coronel Fabriciano receberia o grande impulso que transformaria o distrito no grande município de hoje.

Origem do Nome

Homenagem a Fabriciano Felisberto Carvalho de Brito, tenente-coronel da Guarda Nacional.

Formação administrativa

Distrito criado com a denominação de Melo Viana (ex-povoado de Santo Antônio de Piracicaba), pela Lei Estadual n.º 823, de 07/09/1923, subordinado ao município de Antônio Dias.

Pelo Decreto-lei Estadual n.º 148, de 17/12/1938, o distrito de Melo Viana tomou o nome de Coronel Fabriciano.

Distrito criado com a denominação de Timóteo pelo Decreto Estadual n.º 148, de 17/12/1938, com terras desmembradas do distrito de Jaguarassú, do município de São Domingos do Prata, subordinado ao município de Antônio Dias.

Elevado à categoria de município com a denominação de Coronel Fabriciano, pela Lei Estadual n.º 336, de 27/12/1938. Desmembrado de Antônio Dias. Sede no atual distrito de Coronel Fabriciano (ex-Melo Viana). Constituído de 3 distritos: Coronel Fabriciano, Timóteo e Barra Alegre, os dois primeiros desmembrados de Antônio Dias e Barra Alegre criado pela mesma lei do município. Instalado em 01-01-1949.

Pela Lei Estadual n.º 336, de 27/12/1948, o distrito de Timóteo foi transferido do município de Antônio Dias para Coronel Fabriciano.

Pela Lei Estadual n.º 1.039, de 12/12/1953, é criado o distrito de Ipatinga, e anexado ao município de Coronel Fabriciano.

Pela Lei Estadual n.º 2.764, de 30/12/1962, é desmembrado do município de Coronel Fabriciano os distritos de Ipatinga e Barra Alegre, para formar o novo município de Ipatinga.

Pela mesma Lei Estadual, é desmembrado do município de Coronel Fabriciano o distrito de Timóteo, e ainda é criado o distrito de Senador Melo Viana, e anexado ao município de Coronel Fabriciano.

Bandeira e Brasão da Cidade de Coronel Fabriciano

Geografia

População [2022]: 104736 (IBGE)

Densidade Demográfica [2022]: 471.61 hab./km² (IBGE)

Área Total: 222.08 km² (FJP)

Área Urbanizada [2019]: 15.65 km² (IBGE)

Divisas:

População

Distrito Criação População % População
Coronel Fabriciano 46299 hab. 44.21%
Senador Melo Viana 1962 58437 hab. 55.79%
- - 104736 hab. -

Território

Distrito Área Densidade % Área
Coronel Fabriciano 175.20 km² 264.26 hab/km² 78.89%
Senador Melo Viana 46.88 km² 1,246.52 hab/km² 21.11%
- 222.08 km² 471.61 hab/km² -

Aspectos Naturais

Clima:

Índice Médio Pluviométrico Anual:

Hidrografia:

Bioma: Mata Atlântica

Vegetação:

Fauna:

Relevo:

Altitude: Máxima:

Economia

Agropecuária:

Extrativismo:

Indústria:

Comércio e Serviços:

Impostômetro | Arrecadação de Impostos 2019 a 2022:

2019: 2020: 2021: 2022:

Mais Dados:

PIB per capita [2020] R$
Receitas de Fontes Externas [2015] %
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2021] 1,7 salários mínimos
Pessoal Ocupado [2021] 9.944 pessoas
População Ocupada [2021] 19,68%
Mortalidade Infantil [2020] 4,84 óbitos por mil nascidos vivos
Internações por diarreia [2016] 1,1 internações por mil habitantes

Educação

Escolas Estaduais:

Escolas Municipal:

Escolarização de 6 a 14 anos [2010]
IDEB – Anos iniciais do E.F [2021]
IDEB – Anos finais do E.F [2021]
Matrículas no E.F [2021]
Matrículas no E. Médio [2021]
Docentes no E.F [2021]
Docentes no E. Médio [2021]
Escolas: E.F [2021]
Escolas: E. Médio [2021]

Cultura

Datas comemorativas

Dezembro - Dia da Emancipação Política do Município

Relação de Bens Protegidos pelo Município, pela União ou pelo Estado

Folias de Minas (Proteção Estadual)
Violas de Minas (Proteção Estadual)

Patrimônio Cultural

Turismo

Turismo Histórico-Cultural:

Ecoturismo:

Turismo Rural:

Turismo de Esportes:

Turismo de Negócios:

Turismo Gastronômico:

Turismo Religioso:

Esporte

Futebol: Campeonato Municipal

Futsal:

Ciclismo:

Atletismo:

Esportes Radicais:

Bairros, Distritos e Comunidades Rurais

Distritos de Coronel Fabriciano

Atualmente são 2 distritos, Coronel Fabriciano (distrito-sede) e Senador Melo Viana.

1. Coronel Fabriciano

O distrito-sede de Coronel Fabriciano tem uma área de 175.20 km² dos 222.08 km², ou seja, 78.89% do território.

Mapa do Distrito de Coronel Fabriciano

2. Senador Melo Viana

O distrito de Senador Melo Viana tem uma área de 46.88 km², ou seja, 21.11% do território, a lei de criação do distrito é a Lei Estadual Nº 2.764 de 30/12/1962.

Mapa do Distrito de Senador Melo Viana

Comunidades Rurais

Comunidades Quilombolas

Mapa da Cidade de Coronel Fabriciano

Tempo na Cidade de Coronel Fabriciano

Fontes:

IBGE, Fundação João Pinheiro, Site da Prefeitura de Coronel Fabriciano, Iepha, Cefedes, Wikipédia, Minas, Emater.