História de Monte Azul

Fundada em , a cidade que faz parte da microrregião de Janaúba, na mesorregião do Norte de Minas, Monte Azul tem um total de 1004.49 km², com uma população de 20328 habitantes, existindo apenas o distrito-sede, sendo um município região de influência de Montes Claros - Capital Regional B (2B), fazendo divisa com os municípios de , sendo os nascentes na cidade chamados de monte-azulense.

Monte Azul-MG

Fundada em , a cidade que faz parte da microrregião de Janaúba, na mesorregião do Vale do Rio Doce, Monte Azul tem um total de 1004.49 km², com uma população de 20328 habitantes, existindo apenas o distrito-sede, sendo um município região de influência de Montes Claros - Capital Regional B (2B), fazendo divisa com os municípios de , sendo os nascentes na cidade chamados de monte-azulense.

História de Monte Azul

Segundo a tradição foi Maria Rosária, amante do explorador Spinosa quem primeiro se fixou às margens do rio Tremendal, por volta do segundo quartel do século XIX. João Carlos de Oliveira e o coronel Manoel José da Silva prestaram-lhe, posteriormente, colaboração, o levantamento do povoado de Boa Vista do Tremendal.

O território da comunidade ficou definido com a doação, feita pelo alferes Joaquim Teixeira da Silva, das terras compreendidas entre o rio Tremendal e o local chamado Pau do Morcêgo. A doação foi feita à paróquia de Nossa Senhora das Graças, representando assim um esforço no sentido de dar organizações ao grupo ali reunido.

Gentílico: monte-azulense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Boa Vista do Tremendal, por lei provincial nº 1593, de 30-07-1868 e por lei estadual nº 2, de 14-09-1891, subordinado ao município de Rio do Pardo.

Elevado à categoria de vila com a denominação de Boa Vista do Tremendal, pela lei provincial nº 2487, de 09-11-1878,desmembrado de Rio Pardo. Sede na atual vila de Boa Vista do Tremendal. Constituído de 2 distritos: Boa Vista do Tremendal e Lençóis. Instalado em 04-10-1887.

Pela lei provincial nº 2575, de 30-01-1879 é criado o distrito de Mamonas e anexado ao município de Boa Vista do Tremendal.

Pela lei provincial nº 2692, de 30-11-1880 e por lei estadual nº 2, de 14-09-1891 é criado o distrito de Santo Antônio do Mato Verde e anexado ao município de Boa Vista do Tremendal.

Elevado à condição de cidade com a denominação de Boa Vista do Tremendal, pela lei provincial nº 3485, de 04-10-1887.

Pelo decreto estadual nº 165, de 19-08-1890 e por lei estadual nº 2, de 14-09-1891 é criado o distrito de São João de Pernambuco e anexado ao município de Boa Vista do Tremendal.

Pelo decreto estadual nº 166, de 19-08-1890 e por lei estadual nº 2, de 14-09-1891 é criado o distrito de Santo Antônio do Brejo dso Martirios e anexado ao município de Boa Vista do Tremendal.

Pela lei estadual nº 2, de 14-09-1891, é criado o distrito de Santa Rita e anexado ao município de Boa Vista do Tremendal.

Pelo decreto estadual nº 167, de 19-08-1890 e por lei estadual nº 2, de 14-09-1891 é criado o distrito de São João do Bonito (ex-povoado de Bonito), e anexado ao município de Boa Vista do Tremendal.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído de 8 distritos: Boa Vista do Tremendal, Lençóis, Mamonas, Santa Rita, Santo Antônio do Brejo do Martirios, Santo Antônio do Mato Verde, São João do Bonito e São João do Pernambuco.

No quadro de apuração do Recenseamento Geral de 1-IX-1920, o município é constituído de 8 distritos: Boa Vista do Tremendal, Lençóis do Rio Verde, Gameleiras (ex-Santo Antônio do Brejo do Martirios), Santa Rita, Santo Antônio de Mamonas (ex-Mamonas), Santo Antônio do Mato Verde, São João do Bonito e São João do Pernambuco.

Pela lei estadual nº 843, de 07-09-1923, o município de Boa Vista do Tremendal passou a denominar-se simplesmente Tremendal. Sob a mesma lei acima citado desmembra do município de Tremendal os distritos de São Sebastião de Lençois (ex-Lençois), Santo Antônio de Mamonas (ex-Mamonas) e Santa Rita. Para formar o novo município com a denominação de Espinosa (ex-São Sebastião de Lençois).

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído de 5 distritos: Tremendal, Gameleiras, Santo Antônio do Mato Verde, São João do Bonito e São João do Pernambuco.

Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.

Pelo decreto-lei estadual nº 148, 17-12-1938, o município de Tremendal passou a denominar-se Monte Azul. Sob a mesma lei é extinto o distrito de São João de Pernambuco, sendo seu território anexado ao distrito sede do município de Monte Azul.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município é constituído de 4 distritos: Monte Azul ex-Tremendal, Gameleiras, Mato Verde ex-Santo Antônio do Mato Verde, São João do Bonito.

Pela lei estadual nº 1039, de 12-12-1953, desmembra do município de Monte Azul os distritos de Mato Verde e São João do Bonito. Para formar o novo município de Mato Verde.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 2 distritos: Monte Azul e Gameleiras.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 31-XII-1963.

Pela lei estadual nº 6769, de 15-05-1976, é criado o distrito de Novo Horizonte e anexado ao município de Monte Azul. Sob a mesma lei o distrito de Novo Horizonte passou a denominar-se Otinolândia.

Em divisão territorial datada de 1-I-1979, o município é constituído de 3 distritos: Monte Azul, Gameleiras e Otinolândia.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 18-VIII-1988.

Pela lei estadual nº 12030, de 21-12-1995, desmembra do município de Monte Azul o distrito de Gameleiras. Elevado à categoria de município.

Em divisão territorial datada de 15-VII-1997, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

Alterações toponímicas municipais

Boa Vista do Tremendal para Tremendal alterado, pela lei estadual nº 843, de 07-09-1923. Tremendal para Monte Azul alterado, pelo decreto-lei estadual nº 148, de 17-12-1938.

Fonte

IBGE

Origem do Nome

Formação administrativa

Bandeira e Brasão

Bandeiras da cidade de Monte Azul, Minas Gerais, Brasil.
Brasão da cidade de Monte Azul, Minas Gerais, Brasil.

Geografia

População

População [2022]: 20328 (IBGE)

Densidade Demográfica [2021]: 20.24 hab./km² (IBGE)

Território

Área Total: 1004.49 km² (FJP)

Área Urbanizada [2019]: 4.43 km² (IBGE)

Divisas:

Distrito Área Total
Monte Azul 1004.49 km² 100.00 %
Total 1004.49 km²

Aspectos Naturais

Clima:

Índice Médio Pluviométrico Anual:

Hidrografia:

Bioma: Cerrado

Vegetação:

Fauna:

Relevo:

Altitude: Máxima:

Economia

Agropecuária:

Extrativismo:

Indústria:

Comércio e Serviços:

Impostômetro | Arrecadação de Impostos 2019 a 2022:

2019: 2020: 2021: 2022:

Mais Dados:

PIB per capita [2020] R$
Receitas de Fontes Externas [2015] %
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2021] 1,7 salários mínimos
Pessoal Ocupado [2021] 9.944 pessoas
População Ocupada [2021] 19,68%
Mortalidade Infantil [2020] 4,84 óbitos por mil nascidos vivos
Internações por diarreia [2016] 1,1 internações por mil habitantes

Educação

Escolas Estaduais:

Escolas Municipal:

Escolarização de 6 a 14 anos [2010]
IDEB – Anos iniciais do E.F [2021]
IDEB – Anos finais do E.F [2021]
Matrículas no E.F [2021]
Matrículas no E. Médio [2021]
Docentes no E.F [2021]
Docentes no E. Médio [2021]
Escolas: E.F [2021]
Escolas: E. Médio [2021]

Cultura

Datas comemorativas

Dezembro - Dia da Emancipação Política do Município

Relação de Bens Protegidos pelo Município, pela União ou pelo Estado

Folias de Minas (Proteção Estadual)
Violas de Minas (Proteção Estadual)

Patrimônio Cultural

Turismo

Turismo Histórico-Cultural:

Ecoturismo:

Turismo Rural:

Turismo de Esportes:

Turismo de Negócios:

Turismo Gastronômico:

Turismo Religioso:

Esporte

Futebol: Campeonato Municipal

Futsal:

Ciclismo:

Atletismo:

Esportes Radicais:

Bairros, Distritos e Comunidades Rurais

Distritos de Monte Azul

Atualmente existe apenas o Monte Azul (distrito-sede).

1. Monte Azul

O distrito-sede de Monte Azul tem uma área de 1004.49 km² dos 1004.49 km², ou seja, 100.00% do território.

Mapa do Distrito de Monte Azul

Comunidades Rurais

Comunidades Quilombolas

Mapa da Cidade de Monte Azul

Tempo na Cidade de Monte Azul

Fontes:

IBGE, Fundação João Pinheiro, Site da Prefeitura de Monte Azul, Iepha, Cefedes, Wikipédia, Minas, Emater.