História de Januária

Fundada em , a cidade que faz parte da microrregião de Januária, na mesorregião do Norte de Minas, Januária tem um total de 6670.41 km², com uma população de 65150 habitantes, divididos entre o distrito-sede, e os distrito de Brejo do Amparo, Levinópolis, Pandeiros, Riacho da Cruz, São Joaquim, Tejuco e Várzea Bonita, sendo um município região de influência de Montes Claros - Capital Regional B (2B), fazendo divisa com os municípios de , sendo os nascentes na cidade chamados de januarense.

Januária-MG

Fundada em , a cidade que faz parte da microrregião de Januária, na mesorregião do Vale do Rio Doce, Januária tem um total de 6670.41 km², com uma população de 65150 habitantes, divididos entre o distrito-sede, e os distrito de Brejo do Amparo, Levinópolis, Pandeiros, Riacho da Cruz, São Joaquim, Tejuco e Várzea Bonita, sendo um município região de influência de Montes Claros - Capital Regional B (2B), fazendo divisa com os municípios de , sendo os nascentes na cidade chamados de januarense.

História de Januária

Reza a tradição local que, em 1761, andando Manuel de Borba Gato, genro de Fernão Dias, em fuga pelos sertões do São Francisco, após o incidente que resultou na morte de D. Henrique de Castel Branco, castelhano de nascimento e emissário real, teria atingido a região onde se ergueu o município. Sobre o desenvolvimento do povoado dessa data a 1811, quando foi declarado distrito, pouco se sabe. Com relação ao topônimo atual, a tradição guarda a lenda de que ele se teria originado do nome de uma senhora Januária, em cuja casa os aventureiros da região aprazavam encontros. O nome dessa estalajadeira se teria estendido a todo o povoado; estudiosos, no entanto, afirmam ter sido o topônimo dado em homenagem à filha de D. Pedro I, princesa Januária.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Brejo do Amparo pela Resolução Régia de 02-01-1811.

Elevado à categoria de vila com a denominação de Brejo do Amparo pela Resolução de 30-06-1833. Sede na antiga povoação de Brejo do Amparo. Constituído de 2 distritos: Brejo do Amparo e Nossa Senhora da Conceição de Morrinhos. Instalado em 22-04-1834.

As Leis Provinciais n.° 54, de 09-04-1836, n.º 472, de 31-08-1850, e n.º 3.297, de 27-08-1885, transferem a sede do município da povoação de Brejo do Amparo para a povoação de Brejo do Salgado ou arraial de Nossa Senhora do Amparo. Levada daí para Brejo do Amparo, em virtude da Lei Provincial n.° 472, de 31 de maio de 1850, retornou a Pôrto do Salgado, em razão da Lei n.° 654, de 17 de junho de 1853.

Elevado à condição de cidade com a denominação de Porto do Salgado pela Lei Provincial n.° 1.093, de 07-10-1860.

Pela Lei Provincial n.º 1.379, de 14-11-1866, ratificada pela Lei Estadual n.º 2, de 14-09-1891, é criado o distrito de Mocambo e anexado ao município de Brejo do Amparo.

Pela Lei Provincial n.° 1.814, de 30-09-1871, a sede do município voltou a situar-se em Brejo do Amparo.

Pela Lei Provincial n.º 3.194, de 13-09-1884, o município de Brejo do Amparo passou a chamar-se Januária.

Pela Lei Provincial n.º 3.297, de 27-08-1885, a sede do município passou a chamar-se Porto do Salgado.

Pela Lei Estadual n.º 2, de 14-09-1891, é criado o distrito de São João das Missões e anexado ao município de Januária.

Pela Lei Estadual n.º 556, de 30-08-1911, é criado o distrito de Pedra de Maria da Cruz e anexado ao município de Januária.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911 o município aparece constituído de 7 distritos: Januária, Brejo do Amparo, Japoré, Mucambo, Morrinhos, Pedras de Maria da Cruz e São João das Missões.

Nos quadros de apuração do Recenseamento Geral de I-IX-1920 o município é constituído de 3 distritos: Januária, Morrinhos e São Caetano do Japoré.

A Lei Estadual n.º 843, de 07-09-1923, desmembra do município de Januária os distritos de São Caetano de Japoré e Matias Cardoso, para formarem o novo município de Manga. Sob mesma Lei Estadual é criado o distrito de Cônego Marinho, criado com terras desmembradas do distrito de Brejo do Amparo e anexado ao município de Januária. E ainda pela mesma Lei o distrito de São João das Missões tomou a denominação de Jacaré.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933 o município aparece constituído de 6 distritos: Januária, Brejo do Amparo, Cônego Marinho, Itacarambi, Levinópolis, e Pedras de Maria da Cruz. Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.

Pelo Decreto-lei Estadual n.º 148, de 17-12-1938, é criado o distrito de Missões com terras desmembradas do distrito de Itacarambi e anexado ao município de Januária.

No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído de 7 distritos: Januária, Brejo do Amparo, Cônego Marinho, Missões, Itacarambi, Levinópolis e Pedras de Maria da Cruz. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1950.

Pela Lei n.º 1.039, de 12-12-1953, é criado o distrito de Riacho de Santa Cruz e anexado ao município de Januária.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960 o município é constituído de 8 distritos: Januária, Brejo do Amparo, Cônego Marinho, Itacarambi, Levinópolis, Missões, Pedras de Maria da Cruz e Riacho da Cruz.

A Lei Estadual n.º 2.764, de 30-12-1962, desmembra do município de Januária os distritos de Itacarambi e Missões, para formarem o novo município de Itacarambi.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído de 6 distritos: Januária, Brejo do Amparo, Cônego Marinho, Levinópolis, Pedras de Maria da Cruz e Riacho da Cruz.

Pela Lei Estadual n.º 6.769, de 13-05-1976, foram criados os distritos de Bonito, São Joaquim e Tejuco e anexados ao município de Januária.

Em divisão territorial datada de 1-1-1979, o município é constituído de 9 distritos: Januária, Bonito, Brejo do Amparo, Cônego Marinho, Levinópolis, Pedras de Maria da Cruz, Riacho da Cruz, São Joaquim e Tejuco.

Pela Lei Estadual n.º 8.285, de 08-10-1982, é criado o distrito de São Pedro das Tabocas, com terras desmembradas do distrito de Pedra de Maria da Cruz e anexado ao município de Januária.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1983 o município é constituído de 10 distritos: Januária, Bonito, Brejo do Amparo, Cônego Marinho, Levinópolis, Pedras de Maria da Cruz, Riacho da Cruz, São Joaquim, São Pedro das Tabocas e Tejuco. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1991.

A Lei Estadual n.º 10.704, de 27-04-1992, desmembra do município de Januária os distritos de Pedras de Maria da Cruz e São Pedro das Tabocas, para constituírem o novo município de Pedras de Maria da Cruz.

Em divisão territorial datada de 1993 o município é constituído de 8 distritos: Januária, Bonito, Brejo do Amparo, Cônego Marinho, Levinópolis, Riacho da Cruz, São Joaquim e Tejuco.

Pela Lei Municipal n.º 1.520, de 02-05-1994, é criado o distrito de Várzea Bonita e anexado ao município de Januária.

A Lei Estadual n.º 12.030, de 21-12-1995, desmembra do município de Januária os distritos de Cônego Marinho e Bonito, elevados à categoria de município, sendo Bonito agora chamado de Bonito de Minas.

Em divisão territorial datada de 1999 o município é constituído de 7 distritos: Januária, Brejo do Amparo, Levinópolis, Riacho da Cruz, São Joaquim, Tejuco e Várzea Bonita.

Pela Lei Municipal n.º 1.872, de 14-04-2000, é criado o distrito de Pandeiros e anexado ao município de Januária.

Em divisão territorial datada de 2003, o município é constituído de 8 distritos: Januária, Brejo do Amparo, Levinópolis, Pandeiros, Riacho da Cruz, São Joaquim, Tejuco e Várzea Bonita. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2014.

Fonte

Januária (MG). In: ENCICLOPÉDIA dos municípios brasileiros. Rio de Janeiro: IBGE, 1959. v. 25. p. 341-345. Disponível em: http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv27295_25.pdf. Acesso em: ago. 2015.

Origem do Nome

Formação administrativa

Bandeira e Brasão

Bandeiras da cidade de Januária, Minas Gerais, Brasil.
Brasão da cidade de Januária, Minas Gerais, Brasil.

Geografia

População

População [2022]: 65150 (IBGE)

Densidade Demográfica [2021]: 9.77 hab./km² (IBGE)

Território

Área Total: 6670.41 km² (FJP)

Área Urbanizada [2019]: 17.68 km² (IBGE)

Divisas:

Distrito Área Total
Januária 286.16 km² 4.29 %
Brejo do Amparo 254.14 km² 3.81 %
Levinópolis 961.21 km² 14.41 %
Pandeiros 947.87 km² 14.21 %
Riacho da Cruz 408.90 km² 6.13 %
São Joaquim 803.12 km² 12.04 %
Tejuco 769.77 km² 11.54 %
Várzea Bonita 2239.26 km² 33.57 %
Total 6670.41 km²

Aspectos Naturais

Clima:

Índice Médio Pluviométrico Anual:

Hidrografia:

Bioma: Cerrado

Vegetação:

Fauna:

Relevo:

Altitude: Máxima:

Economia

Agropecuária:

Extrativismo:

Indústria:

Comércio e Serviços:

Impostômetro | Arrecadação de Impostos 2019 a 2022:

2019: 2020: 2021: 2022:

Mais Dados:

PIB per capita [2020] R$
Receitas de Fontes Externas [2015] %
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2021] 1,7 salários mínimos
Pessoal Ocupado [2021] 9.944 pessoas
População Ocupada [2021] 19,68%
Mortalidade Infantil [2020] 4,84 óbitos por mil nascidos vivos
Internações por diarreia [2016] 1,1 internações por mil habitantes

Educação

Escolas Estaduais:

Escolas Municipal:

Escolarização de 6 a 14 anos [2010]
IDEB – Anos iniciais do E.F [2021]
IDEB – Anos finais do E.F [2021]
Matrículas no E.F [2021]
Matrículas no E. Médio [2021]
Docentes no E.F [2021]
Docentes no E. Médio [2021]
Escolas: E.F [2021]
Escolas: E. Médio [2021]

Cultura

Datas comemorativas

Dezembro - Dia da Emancipação Política do Município

Relação de Bens Protegidos pelo Município, pela União ou pelo Estado

Folias de Minas (Proteção Estadual)
Violas de Minas (Proteção Estadual)

Patrimônio Cultural

Turismo

Turismo Histórico-Cultural:

Ecoturismo:

Turismo Rural:

Turismo de Esportes:

Turismo de Negócios:

Turismo Gastronômico:

Turismo Religioso:

Esporte

Futebol: Campeonato Municipal

Futsal:

Ciclismo:

Atletismo:

Esportes Radicais:

Bairros, Distritos e Comunidades Rurais

Distritos de Januária

Atualmente são 8 distritos, Januária (distrito-sede), Brejo do Amparo, Levinópolis, Pandeiros, Riacho da Cruz, São Joaquim, Tejuco e Várzea Bonita.

1. Januária

O distrito-sede de Januária tem uma área de 286.16 km² dos 6670.41 km², ou seja, 4.29% do território.

Mapa do Distrito de Januária

2. Brejo do Amparo

O distrito de Brejo do Amparo tem uma área de 254.14 km², ou seja, 3.81% do território, a lei de criação do distrito é a Lei Estadual Nº 1.039 de 12/12/1953 (Resolução Régia de 2/1/1811).

Mapa do Distrito de Brejo do Amparo

3. Levinópolis

O distrito de Levinópolis tem uma área de 961.21 km², ou seja, 14.41% do território, a lei de criação do distrito é a Lei Estadual Nº 1.039 de 12/12/1953 (Lei Provincial nº 1.379 de 14/11/1866).

Mapa do Distrito de Levinópolis

4. Pandeiros

O distrito de Pandeiros tem uma área de 947.87 km², ou seja, 14.21% do território, a lei de criação do distrito é a Lei Municipal Nº 1.872 de 14/4/2000.

Mapa do Distrito de Pandeiros

5. Riacho da Cruz

O distrito de Riacho da Cruz tem uma área de 408.90 km², ou seja, 6.13% do território, a lei de criação do distrito é a Lei Estadual Nº 1.039 de 12/12/1953.

Mapa do Distrito de Pandeiros

6. São Joaquim

O distrito de São Joaquim tem uma área de 803.12 km², ou seja, 12.04% do território, a lei de criação do distrito é a Lei Estadual Nº 6.769 de 13/5/1976.

Mapa do Distrito de São Joaquim

7. Tejuco

O distrito de Tejuco tem uma área de 769.77 km², ou seja, 11.54% do território, a lei de criação do distrito é a Lei Estadual Nº 6.769 de 13/5/1976.

Mapa do Distrito de Tejuco

8. Várzea Bonita

O distrito de Várzea Bonita tem uma área de 2239.26 km², ou seja, 33.57% do território, a lei de criação do distrito é a Lei Municipal Nº 1.520 de 2/5/1994.

Mapa do Distrito de Várzea Bonita

Comunidades Rurais

Comunidades Quilombolas

Mapa da Cidade de Januária

Tempo na Cidade de Januária

Fontes:

IBGE, Fundação João Pinheiro, Site da Prefeitura de Januária, Iepha, Cefedes, Wikipédia, Minas, Emater.