Home > Ipaba > História de

História de Ipaba

Fundada em , a cidade que faz parte da microrregião de Caratinga, na mesorregião do Rio Doce, Ipaba tem um total de 113.77 km², com uma população de 17136 habitantes, divididos entre o distrito-sede, e os distrito de Vale Verde de Minas e Boachá, sendo um município região de influência do Arranjo Populacional de Belo Horizonte/MG - Metrópole (1C) , fazendo divisa com os municípios de , sendo os nascentes na cidade chamados de ipabense.

Ipaba-MG

Fundada em , a cidade que faz parte da microrregião de Caratinga, na mesorregião do Vale do Rio Doce, Ipaba tem um total de 113.77 km², com uma população de 17136 habitantes, divididos entre o distrito-sede, e os distrito de Vale Verde de Minas e Boachá, sendo um município região de influência do Arranjo Populacional de Belo Horizonte/MG - Metrópole (1C) , fazendo divisa com os municípios de , sendo os nascentes na cidade chamados de ipabense.

História de Ipaba

Por volta de 1890, Regino Cândido iniciou o povoamento da Penha. Uma extensa area de terra foi doada por ele as margens da BR 458, Onde foi criado o distrito de Vale Verde. Em virtude de uma epidemia de febre amarela que levou a óbito varias pessoas que residiam nas imediações do patrimônio da Penha, os fazendeiros aproveitaram a situação e transferiram o arraial para as margens do rio Doce.

Regino Cândido também ajudou a abrir trilhas entre as matas, dando seqüência à rota que liga Entre Folhas a Inhapim e demais lugarejos a margem do rio Doce.

No mês de março de 1903, tiveram inicio os trabalhos da construção da estrada de ferro Vitoria a Minas. Depois de ter inaugurado varias estações, somente dia 31 de dezembro de 1912, a ferrovia chegava à Cachoeira Escura, no km 443, sendo liberada para o transporte de passageiro. No ano de 1914, os trabalhos da construção da ferrovia foram prejudicados com a gerra mundial, e todos os trabalhos foram paralisados entre Cachoeira Escura e Ipatinga. O ponto final da obra foi no km 457, próximo ao porto de Inhapim, sendo obrigatória a manobra das locomotivas para voltar rumo ao Estado do Espirito Santo. A estação recebeu o nome de ?Parada de Inhapim?. Era essa a cidade mais próxima.

Na segunda fase a partir de 1919, prossegue a construção da EFVM. Somente em 1922, foram inauguradas as estações do porto de Inhapim e Ipatinga.

Os irmãos Mafra e os Abrantes, estavam entre os primeiro da EFVM. Foram responsáveis pela abertura de trilhas no meio das matas por onde iria passar a ferrovia do aço. Com a paralisação da obra 1914, eles se estabeleceram no porto de Inhapim. Montaram a primeira maquina de limpar café na região. A industria ficava onde hoje se encontra a rua Gessi de Assis Pena, no município de Ipaba. Os Mafra e os Abrantes são estoricos desbravadores de Ipaba.

Anos depois, os moradores exigiram que o nome Porto de Inhapim fosse mudado sob o argumento de que a cidade de Inhapim estava muito distante da estação que ficava na outra margem do rio. As lideranças se reuniram e vários nomes foram discutidos, chegando-se à conclusão que deveriam formar o nome com as silabas: IPA, de Ipatinga e BA, da bacia do rio Doce.

Juntando-se as silabas fizeram desaparecer o porto de Inhapim e nascer o povoado de Ipaba. A origem do nome Ipaba é a mesma para as duas localidades divididas pelo rio Doce. Para diferenciá-las um dos povoados ficou conhecido como Ipaba de Caratinga e o outro, Ipaba de Mesquita.

O padre José Lanzillote indicou o santo de sua devoção como padroeiro de Ipaba de Caratinga, ficando, portanto, conhecido como São Sebastião de Ipaba. Finalmente os políticos adotaram somente Ipaba.

No ano de 1936, com o crescimento populacional do povoado de Ipaba, o então prefeito de Catinga, Sr. Omar Coutinho mandou demarcar os trinta e três alqueires de terra oficializando assim a existência de mais um povoado em seu município. A medição foi feita pelo agrimensor Paulo Franklin.

Origem do Nome

O nome Ipaba vem de origem indígena Tupi (Guarani) que quer dizer IPA, (água). BA, (muito) ou seja, Muita Água. Isto por causa da abundância de água, como o rio Doce, lagos e córregos.

Em 1936 é criado o Povoado de Ipaba.

Ipaba foi elevado a categoria de distrito em 08 de outubro de 1982.

O distrito de Vale Verde de Minas foi criado pela Lei Municipal Nº 242/1998.

O distrito de Boachá foi criado pela Lei Municipal Nº 939 de 28/10/2022.

Bandeira e Brasão da Cidade de Ipaba

Geografia

População [2022]: 17136 (IBGE)

Densidade Demográfica [2022]: 150.62 hab./km² (IBGE)

Área Total: 113.77 km² (FJP)

Área Urbanizada [2019]: 3.98 km² (IBGE)

Divisas:

População

Distrito Criação População % População
Ipaba 14909 hab. 87.00%
Vale Verde de Minas 1998 2227 hab. 13.00%
Boachá 2022 0 hab. 0.00%
- - 17136 hab. -

Território

Distrito Área Densidade % Área
Ipaba 53.11 km² 280.72 hab/km² 46.68%
Vale Verde de Minas 31.14 km² 71.52 hab/km² 27.37%
Boachá 29.52 km² 0.00 hab/km² 25.95%
- 113.77 km² 150.62 hab/km² -

Aspectos Naturais

Clima:

Índice Médio Pluviométrico Anual:

Hidrografia:

Bioma: Mata Atlântica

Vegetação:

Fauna:

Relevo:

Altitude: Máxima:

Economia

Agropecuária:

Extrativismo:

Indústria:

Comércio e Serviços:

Impostômetro | Arrecadação de Impostos 2019 a 2022:

Ano Valor
2023
2022
2021
2020

Mais Dados:

PIB per capita [2020] R$
Receitas de Fontes Externas [2015] %
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2021] 1,7 salários mínimos
Pessoal Ocupado [2021] 9.944 pessoas
População Ocupada [2021] 19,68%
Mortalidade Infantil [2020] 4,84 óbitos por mil nascidos vivos
Internações por diarreia [2016] 1,1 internações por mil habitantes

Educação

Escolas Estaduais:

Escolas Municipal:

Escolarização de 6 a 14 anos [2010]
IDEB – Anos iniciais do E.F [2021]
IDEB – Anos finais do E.F [2021]

Cultura

Datas comemorativas

Dezembro - Dia da Emancipação Política do Município

Festas populares, cívicas e religiosas: festa de Nossa Senhora da Penha, Semana Santa, Corpos Christi, Mês de Maria, Novena do Espirito santo. Festa Junina e Julina, Aniversário da cidade, mês de Abril, Sete de Setembro, Cavalgada, Força Jovem - Umadei (Assembleia de Deus).

Relação de Bens Protegidos pelo Município, pela União ou pelo Estado

Folias de Minas (Proteção Estadual)
Violas de Minas (Proteção Estadual)

Patrimônio Cultural

Turismo

Lagoa Central, Fazenda Macedônia (CENIBRA)

Turismo Histórico-Cultural:

Ecoturismo:

Turismo Rural:

Turismo de Esportes:

Turismo de Negócios:

Turismo Gastronômico:

Turismo Religioso:

Esporte

Futebol: Campeonato Municipal

Futsal:

Ciclismo:

Atletismo:

Esportes Radicais:

Bairros, Distritos e Comunidades Rurais

Distritos de Ipaba

Atualmente são 3 distritos, Ipaba (distrito-sede), Vale Verde de Minas e Boachá.

1. Ipaba

O distrito-sede de Ipaba tem uma área de 53.11 km² dos 113.77 km², ou seja, 46.68% do território.

Mapa do Distrito de Ipaba

2. Vale Verde de Minas

O distrito de Vale Verde de Minas tem uma área de 31.14 km², ou seja, 27.37% do território, a lei de criação do distrito é a Lei Municipal Nº 242/1998.

Mapa do Distrito de Vale Verde de Minas

3. Boachá

O distrito de Boachá tem uma área de 29.52 km², ou seja, 25.95% do território, a lei de criação do distrito é a Lei Municipal Nº 939 de 28/10/2022.

Mapa do Distrito de Boachá

Comunidades Rurais

Água Limpa dos Gonçalves, Água Limpa dos Vieira, Água Limpa dos Antunes, Água Limpa dos Viana, Córrego Beija-Flor e Córrego do Vermelho.

Comunidades Quilombolas

Mapa da Cidade de Ipaba

Tempo na Cidade de Ipaba

Fontes:

IBGE, Fundação João Pinheiro, Site da Prefeitura de Ipaba, Iepha, Cefedes, Wikipédia, Minas, Emater.