Home > Ubaporanga > História de

História de Ubaporanga

Fundada em , a cidade que faz parte da microrregião de Caratinga, na mesorregião do Vale do Rio Doce, Ubaporanga tem um total de 191.39 km², com uma população de 13017 habitantes, divididos entre o distrito-sede, e os distrito de São José do Batatal e São Sebastião do Batatal, sendo um município região de influência de Caratinga - Centro Subregional B (3B), fazendo divisa com os municípios de , sendo os nascentes na cidade chamados de ubaporanguense.

Ubaporanga-MG

Fundada em , a cidade que faz parte da microrregião de Caratinga, na mesorregião do Vale do Rio Doce, Ubaporanga tem um total de 191.39 km², com uma população de 13017 habitantes, divididos entre o distrito-sede, e os distrito de São José do Batatal e São Sebastião do Batatal, sendo um município região de influência de Caratinga - Centro Subregional B (3B), fazendo divisa com os municípios de , sendo os nascentes na cidade chamados de ubaporanguense.

História de Ubaporanga

A História do nosso querido Ubaporanga teve início em 19 de julho de 1891 pelo padre Idelfonso Bitencourt, que pediu ao dono das terras o fazendeiro Domingo Gonçalves que doasse parte de suas terras para que pudesse ser construído uma capela, pois rezavam missa na casa do fazendeiro que ficava hoje no Córrego dos Vieiras, então o fazendeiro doou 15 hectares de terras, assim começou a desenvolver a cidade em volta daquela pequena capela, e hoje depois de passar por várias transformações físicas e políticas, continua crescendo.

Ubaporanga foi fundada no ano de 1890, por Domingos Gonçalves de Carvalho, que chegou aqui com uma caravana e sua família à procura de um local propício para se instalarem. Consta-se que aqui habitavam índios, já pacíficos que não ofereceram resistência à chegada de Domingo, nas terras já habitadas. Inicialmente, foi feita a derrubada da mata deixando apenas o rastro da destruição, para que pudesse ser construídas casas para os colonos.

Em homenagem a Nossa Senhora de Lourdes, foi construída uma capelinha ed esteira coberta de sapé, onde durante alguns anos foram celebradas as missas. Dentre essas celebrações o Padre Ildefonso Bitencourt convenceu o fazendeiro Domingos Gonçalves à doar 15 alqueires de terra para que se pudesse ser cosntruído uma capela maior e um cemitério para aquela população que cada dia crescia mais.

O povoado recebeu vários nomes como: São Domingo do Pó (uma homenagem feita ao dono das terras Domingo Gonçalves) Ubá e por fim Ubaporanga, antes de ser adotado o nome Ubaporanga, o nome Ubá era pela grande quantidade de um capim que recebia este mesmo nome, Pó era pelo motivo que Domingo Gonçalves cheirava rapé daí a homenagem e Ranga segundo a linguagem indígena significava ?Árvore Bela?, em homenagem a uma grande gameleira que existia na praça da matriz naquela época. Em 28 de março de 1939 o povoado de São Domingos foi elevado a Vila, com as instalações do distrito de Caratinga, pois antes o povoado pertencia ao município de Inhapim, com isso passou a ser chamado de Ubaporanga.

Emancipação Política

Este aspecto histórico foi a soma de vários esforços, de grandes políticos e de toda a população que lutava pela independência de nossa cidade. Este fato aconteceu no dia 22 de abril no ano de 1992, devido aos esforços não medidos da população, tendo como líder o político Geraldo Lopes Ferreira, conseguindo assim a independência política administrativa de Ubaporanga.

1º Prefeito Municipal: Geraldo Lopes Ferreira (1993 a 1996)

2º Prefeito Municipal: José Raimundo Soares (1997 a 2000)

3º Prefeito Municipal: Norberto Emídio de Oliveira Filho (2001 à 2004)

4º Prefeito Municipal: José Raimundo Soares (2005 à 2008)

Religiões

A religião predominante em Ubaporanga é a católica, contando com um grande número de fiéis, apesar de já haver um grande número de evangélicos na cidade. Foi exatamente no dia 08 de junho de 1955 que se iniciou a construção da matriz moderna, que antes era de madeira. A construção da matriz de São Domingos de Gusmão, teve o total apoio da comunidade, onde todos os dias tinha 31 pessoas trabalhando na sua construção. Eram voluntários que trabalhavam pelo menos uma vez na semana, por ser um trabalho voluntário a alimentação dos mesmos era preparada por voluntárias coordenadas pela Sra. Diomara mãe do Padre Rino.

Foi através do Padre Rino que a comunidade pode desfrutar de tão linda obra, moderna e com a capacidade para suportar o grande número de fiéis.

Neste mesmo local da construção da matriz, já havia tido outras capelinhas, que serviram por muito tempo à comunidade católica. Por aqui passaram vários pastores como: Padre Idelfonso, Padre Lino Christi, Padre Antônio do Val, Padre João Manso Valente, Padre Cícero, Padre Horácio da Rocha, Padre Francisco, Padre Rino, Padre Ramon Barberá, Padre Carlos de São José, Padre Othon Fernandes Loures, Padre José Antônio (atual Vigário).

Igreja de São Sebastião: localizada à Praça Virgílio da Silva Rezende , ainda em construção. Antes no mesmo lugar havia uma capela com um lindo altar e deveria ser restaurado pois era patrimônio histórico, no seu lugar surgiu a obra ainda em construção, iniciada pelo saudoso Frei Carlos.

Capelas da Zona Rural:

- Capela de Nossa Senhora do Rosário - (Córrego do Onça), Capela de Nossa Senhora do Rosário - (Córrego do Meio), Capela Santa Terezinha - (Córrego Pau de Folha), Capela São José - (São José do Batatal), Capela São Sebastião - (São Sebastião do Batatal), Capela São Vicente - (Barracão), Capela São Gerado - (Lajinha), Capela Santa Luzia - (Campinhos), Capelinha do Córrego da Paciência, Capelinha da Barra do Batatal, Capelinha do Rio Preto e Capela da Comunidade do Aeroporto

02 Grutas:

Gruta de Nossa Senhora de Lourdes - Cidade

Gruta de Nossa Senhora de Aparecida - Br 116

Lazer:

- Clube Lago Azul

- Poliesportivo Ginásio

- Parques

- Campo de Futebol

- Danceterias

- Bares

Jornais de Ubaporanga

- A Voz de Ubaporanga: jornal informativo da paróquia que era impresso pela gráfica Nossa Senhora das Graças de Inhapim.

- O Jornal Experimental: editado pelo AJU.

- O informativo - organizado por Vanildo e Cezarino - O jornaleco

- 1ª Edição - redator: Vladimir Alves de Rezende Mariano.

- Gameleira.

1ª Biblioteca Publica: A primeira biblioteca pública de Ubaporanga foi fundada em 03/03/57 - Biblioteca Maria Goretti hoje seu acervo está sendo aproveitado pela Biblioteca da Escola Dom Cavati - recursos estes passados pelo Sr. Gualter Rezende o qual guardava o acervo. A biblioteca Dom Cavati serve toda a comunidade, sendo que a mesma também dispõe da Biblioteca Municipal Dona Luizinha Alves.

Festa de Ubaporanguenses Ausentes - O encontro nacional de Ubaporanguenses Ausentes, surgiu da idéia de 03 pessoas que são Ubaporanguenses Ausentes, são eles: Getúlio Rezende, Jaime Rezende e José Lopes da Silva. O primeiro encontro aconteceu no ano de 1982 e o último no ano de 1993 é um encontro emocionante onde o nosso povo se reúne para comemorar sua volta a terra natal.

Origem do Nome

Formação administrativa

Ubaporanga foi fundada no ano de 1890.

Pelo Decreto-lei Estadual n.º 148, de 17/12/1938, Instalado em 28 de março de 1939 o povoado de São Domingos foi elevado a Vila, com as instalações do distrito de Caratinga, pois antes o povoado pertencia ao município de Inhapim, com isso passou a ser chamado de Ubaporanga.

A Lei Estadual n.º 10.704, de 27/04/1992, desmembra do município de Caratinga o distrito Ubaporanga, elevado à categoria de município.

Bandeira e Brasão da Cidade de Ubaporanga

Geografia

População [2022]: 13017 (IBGE)

Densidade Demográfica [2022]: 68.01 hab./km² (IBGE)

Área Total: 191.39 km² (FJP)

Área Urbanizada [2019]: 2.85 km² (IBGE)

Divisas:

População

Distrito Criação População % População
Ubaporanga 9950 hab. 76.44%
São José do Batatal 1992 1535 hab. 11.79%
São Sebastião do Batatal 1992 1532 hab. 11.77%
- - 13017 hab. -

Território

Distrito Área Densidade % Área
Ubaporanga 110.87 km² 89.74 hab/km² 57.93%
São José do Batatal 32.38 km² 47.41 hab/km² 16.92%
São Sebastião do Batatal 48.13 km² 31.83 hab/km² 25.15%
- 191.39 km² 68.01 hab/km² -

Aspectos Naturais

Clima:

Índice Médio Pluviométrico Anual:

Hidrografia:

Bioma: Mata Atlântica

Vegetação:

Fauna:

Relevo:

Altitude: Máxima:

Economia

O Município de Ubaporanga possui alguns recursos minerais importantes para seu desenvolvimento, mas que ainda não foram explorados. São eles: Pedra Sabão, Pedreiras, Calcário, Cimento, Cal e Adubos. Material de revestimento (o mármore é uma variedade de pedras calcárias). A pedra sabão tão usada em fabricação de estátuas e imagens nos séculos passados, principalmente pelo escultor Alejadinho, é bastante encontrada em nosso Município no distrito de São José do Batatal. Nossas pedreiras exploradas e utilizada na construção da BR 116, já não são mais exploradas sendo fonte de pedras semi-preciosas como Ametista.

Agropecuária:

Agricultura: os principais produtos são o café, horticultura, milho e feijão.

Pecuária: a criação de gado de corte e vacas leiteiras.

Extrativismo:

Indústria: DPC, Cerâmica, Serraria, Serralheria e Alambiques

Comércio e Serviços:

Impostômetro | Arrecadação de Impostos 2019 a 2022:

2019: 2020: 2021: 2022:

Mais Dados:

PIB per capita [2020] R$
Receitas de Fontes Externas [2015] %
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2021] 1,7 salários mínimos
Pessoal Ocupado [2021] 9.944 pessoas
População Ocupada [2021] 19,68%
Mortalidade Infantil [2020] 4,84 óbitos por mil nascidos vivos
Internações por diarreia [2016] 1,1 internações por mil habitantes

Educação

Escolas Estaduais: E.E. Dom Cavati, E.E. João Ribeiro, E.E. Adélio Fauro, E.E. José Antunes Moreira, E.E. Cesarino Alves Pereira, E.E. Francisca Rodrigues Valente

Escolas Municipal: Dr. Almério de Rezende (Cidade), Povoado de Santa Terezinha (Barra do Batatal), Libana Maria de Jesus (Rio Preto), Creche Jorge Siqueira Rezende, Antônio Vensceslau Soares (Córrego da Paciência), Coronel Rezende (Córrego Santo Antônio)

Pré-escolar Municipais: Turma da Mônica (Córrego da Lajinha), E.E. Vereador João Ribeiro), Arco Íris (Córrego do Aeroporto), E.E. Adelino Fauro, Tio Chico (Córrego do Barracão), E.E.José Antunes Moreira, Pato Donald (São José do Batatal), E.E. Cesarino Alves Pereira, Branca de Neve (São Sebastião do Batatal), E.E. Francisca Rodrigues Valente.

Escola Estadual Dom Cavati - A Escola Estadual Dom Cavati, de 1º grau, foi criada como escola reunidas Dom Cavati em 14/01/45 e instalada em 14/05/45. Desde sua criação até os dia atuais funciona em sua sede própria. Pelo decreto 4.248 de 21/08/54, foi transformada em grupo escolar, recebendo o nome Dom Cavati em homenagem ao bispo diocesano de Caratinga. Através do decreto 16.244 de 08/05/74 o grupo escolar Dom Cavati passoi a ser chamado de Escola Estadual Dom Cavati. Sua primeira diretora foi a Sra. Zenita Pena de Araújo, sua atual diretora é a Sra. Maria José.

Escola Estadual Dr. Almério de Rezende - Deve-se a criação da E.E. Dr. Almerio Rezende ao Vereador Sebastião Miranda e Rezende que em 1964, iniciou uma grande campanha em prol da educação no distrito. A criação se deu com o decreto 4.620 de 21/05/64 com o nome de 2º Grupo escolar de Ubaporanga, publicado no Minas Gerais de 22/05/64, passou denominar-se Grupo Escolar Dr. Almério de Rezende pelo decreto 8.400 de 24/06/65 e este nome escolhido em homenagem ao primeiro médico filho de Ubaporanga. A primeira escola funcionou em um prédio adaptado no ginásio São Domingos e por fim no seu prédio próprio com a inauguração em 21/07/70. Os primeiros diretores da escola foram Nair Gomes da Silevira, Oete Siqueira de Rezende, Bauduina Alves de Rezende Corrêa. Hoje a escola foi emancipada e tem como Secretária de Educação a Sra. Amélia.

Escolarização de 6 a 14 anos [2010]
IDEB – Anos iniciais do E.F [2021]
IDEB – Anos finais do E.F [2021]
Matrículas no E.F [2021]
Matrículas no E. Médio [2021]
Docentes no E.F [2021]
Docentes no E. Médio [2021]
Escolas: E.F [2021]
Escolas: E. Médio [2021]

Cultura

Ubaporanga tem uma cultura desenvolvida, por ter um grande número de pessoas, que se desenvolveram socialmente, fazendo com que nossa cidade fosse candidata de várias faculdades do país, além disso Ubaporanga tem uma juventude que é esperançosa e luta por dias melhores através de encontros de jovens e festas tradicionais proporcionando assim a união do seu povo.

1º Cinema de Ubaporanga - pertencia ao Sr. José Macedo e depois ao Sr. Izaltino Teixeira. O local onde funcionava é hoje a mercearia 472 na Av. Padre Rino. O Cinema era mudo e animado por uma orquestra composta de violões, concertina, flauta e instrumentados por músicos do local. Outro cinema foi o do Sr. Custódio na Pça. João Ribeiro em um Galpão de café.

Folclore - o folclore de Ubaporanga é muito rico, sendo considerado o melhor grupo teatral da região de Caratinga, quando Ubaporanga era seu distrito e guarda festas como carnaval de rua, o boi janeiro, a mulinha, a congada, festas juninas.

Arte e Artesanato - Ubaporanga tem como filhos um artista plástico e estilista de um grande futuro. É o jovem Paulo André Ferreira de Souza, que se dedica exclusivamente à arte, grande colaborador das festas de ?Ubaporanguense Ausente? e de amostras de ciências e geopolíticas das escolas da cidade. Outras pessoas se dedicam as artes plásticas como: Suely Ferreira de Souza Freitas e Odete Siqueira de Rezende, há também pintores de placas como: Alcide Lima, Juares, Agenor Floreti.

O Artesanato em flores é feito pela Sra. Isaura Ferreira de Souza, Suely Ferreira, Nilce Araújo Marques, Maria Aparecida de Carvalho Sra. Lolinha e sua filha Angélica.

Artesanato em madeira: há uma fábrica de peças em madeira, trabalhados por Wilson Macedo, com fornecimento para toda a região. Fabricação Artesanal de queijo e requeijão: a que mais se destaca é a Sra. Regina Celi de Souza Medina, da Mercearia Medina fazendo entrega em toda a região. Temos também pessoas de muito talento para confecção e decoração de festas, não podemos deixar de falar também das costureiras que vem trazendo belas peças de roupas, fazendo nosso povo se vestir elegantemente.

Datas comemorativas

Dezembro - Dia da Emancipação Política do Município

Relação de Bens Protegidos pelo Município, pela União ou pelo Estado

Folias de Minas (Proteção Estadual)
Violas de Minas (Proteção Estadual)

Patrimônio Cultural

Turismo

Turismo Histórico-Cultural:

Ecoturismo:

Turismo Rural:

Turismo de Esportes:

Turismo de Negócios:

Turismo Gastronômico:

Turismo Religioso:

Esporte

Futebol: Campeonato Municipal

Futsal:

Ciclismo:

Atletismo:

Esportes Radicais:

Bairros, Distritos e Comunidades Rurais

Distritos de Ubaporanga

Atualmente são 3 distritos, Ubaporanga (distrito-sede), São José do Batatal e São Sebastião do Batatal.

1. Ubaporanga

O distrito-sede de Ubaporanga tem uma área de 110.87 km² dos 191.39 km², ou seja, 57.93% do território.

Mapa do Distrito de Ubaporanga

2. São José do Batatal

O distrito de São José do Batatal tem uma área de 32.38 km², ou seja, 16.92% do território, a lei de criação do distrito é a Lei Complementar Municipal Nº 010/92 de 14/4/1992.

Mapa do Distrito de São José do Batatal

3. São Sebastião do Batatal

O distrito de São Sebastião do Batatal tem uma área de 48.13 km², ou seja, 25.15% do território, a lei de criação do distrito é a Lei Complementar Municipal Nº 009/92 de 14/4/1992.

Mapa do Distrito de São Sebastião do Batatal

Comunidades Rurais

Comunidades Quilombolas

Mapa da Cidade de Ubaporanga

Tempo na Cidade de Ubaporanga

Fontes:

IBGE, Fundação João Pinheiro, Site da Prefeitura de Ubaporanga, Iepha, Cefedes, Wikipédia, Minas, Emater.